Life Detox

Blog

A grande maioria das pessoas corre mil quilómetros de nada, mas para aqueles que estejam dispostos a percorrer mil e um quilómetros, haverá algo mais... muito mais!

O auto-conhecimento leva à autoconfiança, sendo um dos fatores chave para abandonar a postura de insegurança.

Todos temos a nossa forma particular de ver e interpretar o mundo. A isso, chamam-se filtros. Esses filtros são aquilo que designamos de personalidade. Nove Filtros; Nove Personalidades!

Vivi durante muito tempo como um produto da soma de vários medos. Medos que me levavam a fugir, a rejeitar, a trocar a reflexão pelo imediato. Esta era a direcção do foco!

É normal pensar que estabelecer objetivos, é unicamente equacionar algo que queremos alcançar. Temos também a tendência de achar que quanto maior é objetivo, menos exequível ele é.

Estava sentada numa sala de um hotel, um lugar tranquilo rodeado de flores.

Hoje, celebramos o dia de S. Valentim. Este dia é celebrado, porque no dia 14 de Fevereiro do Ano 270, Valentim, um bispo romano, foi morto por ordem do imperador Cláudio II.

Os pedidos mais importantes são imateriais, são aqueles que não conseguimos colocar num carrinho de supermercado e que dificilmente alguém nos pode dar.

Nasrudin estava na margem de um rio e queria passar para o outro lado. A corrente era muito forte e seria impossível atravessá-lo a nado.

Era uma vez um belo jardim com maçãs, laranjas, pêras e lindas rosas.

Se te pedissem para ires do ponto A ao ponto B em cima de uma barra, a sete ou oito metros do chão e, a meio do caminho, te tirassem a rede?

Vou-te escrever uma carta, Dor. Sabes, só as emoções que me trazias já me deixavam curvado, com os ombros baixos, com a face tensa e com os olhos a comprarem um vazio de tudo o que encontro à minha frente.

Por vezes parece que tudo anda ao contrário no nosso ciclo de vida. Em crianças queremos ser adultos, mas não podemos, em adultos admiramos a energia e a imaginação das crianças, recorrendo aquela frase: "Quem me dera ser criança e saber o que sei hoje."

É quando estás no incompetente inconsciente, naquela fase do não sei que não sei, que te tomas decisões ilógicas, decisões baseadas numa superficialidade perigosa para quem quer viver com o centro em harmonia.

Muitas vezes lutas contra algo que nem sabes bem o quê, lutas com o exterior, lutas por uma vontade que não queres ter, lutas por algo que não queres ver e que se torna cada vez mais visível.

Quando olhamos para o nosso caminho de vida, muitas foram as conquistas, muitas foram as metas alcançadas e algumas foram as desilusões.

Chegamos a um ponto da vida em que o nosso discurso interno começa a incomodar, tal é a intensidade, tal é o impacto que tem na nossa vida, nas nossas acções e principalmente, não acções.

A minha caminhada começou, quando, um dia, acordei para ir trabalhar e reparei que era apenas mais um dia e, eu, apenas mais um.

Há um ano atrás jamais pensaria estar onde estou agora. Jamais pensaria conseguir fazer o que tinha de ser feito.

Já te aconteceu, por força de alterações que possam existir ao longo do dia, dúvidas do que deves vestir, se levas ou não chapéu-de-chuva, se escolhes o caminho A ou B para chegar ao teu destino?

Normalmente chega de uma forma silenciosa, sem sequer nos apercebermos. Sentimos que algo não está a fluir no caminho certo, que vem de nós, unicamente para nós.