Passado e Futuro sem Presente

Saltando entre sonhos, desejos, entre passado e futuro sem presente.
Deixamos a nossa mente comandar de uma forma desenfreada uma realidade idealizada, esquecendo-nos muitas vezes se é isso que realmente pretendemos.

As exigências de um estado interior inconformado, muitas vezes rendido ao inconformismo, rende-se assim aos sonhos, materiais e imateriais como forma de alento e de ânimo para um passado que causa tristeza, desânimo, ira, incompreensão e um futuro de incerteza, de receio e ansiedade.

Servimos como campo de ligação entre dois estados, passado e futuro. Somos o alimento daquilo que nos aconteceu e que não queremos que volte a acontecer, mas que teimamos em alimentar, pois para nós, sim, vai voltar a acontecer.
Se não mudarmos o que sempre fizemos e a forma como sempre pensámos, vamos ter o que sempre tivemos. Chama-se feedback, retorno, ciclo.

Tomamos o lugar de videntes, de uma profecia auto-realizadora, que não sabemos se vai acontecer, mas, chamamos as emoções mais fortes e duradoras. Sem darmos por isso já fomos sequestrados por elas e, o autocarro emocional segue a toda a velocidade.

Carregamos no botão de paragem, insistimos, carregamos com mais força, mas, nada, já é tarde.

Autoestima, autoconfiança. amor interior

Nestes momentos em que o passado e o futuro pesam mais do que o único momento que temos, o agora, perde-se a autoestima, a autoconfiança, o amor interior, perdes tudo, pois é tudo o que realmente tens, a ti!

Passado – Há um principio que gosto muito de utilizar, o principio da aceitação. Aceitar o que te aconteceu como uma oportunidade para veres o mundo de uma forma diferente. O que foi bom foi uma bênção, o que foi menos bom uma lição.

Por vezes, há acontecimentos que nos surgem para não voltarmos a repetir padrões, que á primeira vista parecem confortáveis, mas no longo prazo são destrutivos. Aceita, só assim transformarás. Não podes mudar nada enquanto não aceitares o que tens!

Futuro – Muitas vezes o futuro é uma projeção mental de experiências ou formas de pensar do passado. Com a incerteza vem o medo, a ansiedade e, para combater a ansiedade vem a precaução, os “Se´s”. Por mais que projetes aquilo que vai acontecer nunca é exatamente igual ao que prevês.

Essa imagem catastrófica que vês do futuro desmultiplica cenários caóticos que te mantêm refém de uma emoção, o medo. Tens mesmo a certeza que aquilo que te faz ter medo vai acontecer?

Há algo superior a nós, a nossa missão. Quando a descobrimos, a motivação, a força interior, o amor-próprio, começam a fazer parte da equação constante da tua vida. As fraquezas viram forças, as dúvidas certezas e, o melhor, vem tudo do interior, um interior que está alinhado com o teu verdadeiro propósito de vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *