O Ciclo da Indecisão

 

Ao longo dos últimos anos, tenho vindo a traçar um mapa que me ajudasse a perceber porque é que as pessoas têm dificuldade em tomar decisões que consideram importantes, preferindo manter-se em empregos que não as satisfazem, em relações que não as preenchem e a manterem-se reféns de circunstâncias dolorosas.

 

Peguei nas minhas extensas notas e cheguei a uma conclusão. É um ciclo que se auto-alimenta por si, o fim leva novamente e de forma automática ao seu início.

 

Existe em nós um impulso interior inato para a autonomia, para a determinação de nós mesmos e para o relacionamento. Quando esse impulso se desenvolve em liberdade, vivemos uma vida mais feliz.

 

Quando as pessoas me procuram, têm na maioria das vezes, atitudes reactivas, uma sensação de falta de liberdade interior, desconforto e insegurança para tomar decisões.

 

Quando nos dizem como devemos ser, o que devemos comprar (que nos faça sentir bem, aceites e integrados), fazer (a profissão certa para ganharmos dinheiro suficiente e vivermos bem), o que é o correto e aceitável, os nossos impulsos não se desenvolvem em liberdade, mas sim, condicionados.

 

Começamos a ter dificuldades em tomar decisões, mesmo sabendo o que já não queremos.

 

A grande questão é que não nos apercebemos que temos uma vantagem oculta. Essa vantagem faz-nos agir por necessidade.

 

Tornamos a necessidade como a fonte de motivação mais poderosa que temos, quando na realidade, não há melhor motivação do que a inspiração.

 

Quando a necessidade age como uma força maior, tornamo-nos inseguros perante o futuro. Ficamos dependentes de muitas relações, sejam pessoais ou profissionais.

 

A este ciclo, chamei “Ciclo da Indecisão”, uma ilusão que nos começa a incomodar cada vez mais e que se alimenta de comportamentos repetitivos, medos, comparações, intransigência e inflexibilidade.

 

Este ciclo, leva a uma consequência. O nosso constante desequilíbrio interior.

 

Vê o vídeo, e percebe de que forma alimentamos este ciclo que aumenta a nossa dificuldade de tomada de decisões e como condiciona os nossos resultados.

 

 

 

 

No Comments

Post A Comment